terça-feira, 25 de novembro de 2008

Eutanásia

Numa noite, minha esposa e eu estávamos sentados na sala, falando das muitas coisas da vida.
Estávamos falando da idéia de viver e morrer. Foi quando eu lhe disse:
- “Nunca me deixe em estado vegetativo, dependendo de uma máquina e líquidos para viver… Se me vir nesse estado, por favor desligue os artefatos que me mantém vivo.
“Ela se levantou, desligou a TV, me tirou a cerveja e foi dormir.

3 comentários:

Leo Magnani disse...

huaHAUhauAUHuahUAHu !!

Eu to chegando nesse naipe ja !

Diego disse...

booooaaaaaaaa essa hein...

soh a cerveja jah basta pra mim.

Erika disse...

AUSHUAHSUHAUSHUAHSUAHUSHAUSHUAHSUAHSUHUAHSUHASUHUAHSUSHUAHSUHAUSHUAHSUAHSUAUSHUAHSUAUSHUAHSUHAUSHUASHUAHSUAHUSHUASHUAHSUHAUSUASHUAHSUHASUHAUSHUAHSUHAUSHUASUAHSUHASUHAUSHUAHSUAHSUHAUSHUASHUAHSUHASUHAUSHUASHUAHSUAHUSHUASHUAHSUHAUSHUASHUAHSUAHSUHASUHAUSHUASHUAHSUAHSUHASUHAUSHUAHUSHU